quinta-feira, 5 de julho de 2012

Medo do escuro - os vampiros energéticos


Uma das situações mais difíceis que tive de enfrentar para me tornar adulto foi com certeza o medo do escuro. No escuro, os olhos nada enxergam e por isso mesmo nada deveríamos temer. Teoricamente, o ser humano somente deveria ter medo daquilo que tem certeza que o está para o atacar.

Então por que o medo do escuro da noite?

Acontece que quando nossos olhos já não podem mais enxergar por causa da ausência da luz, nosso corpo todo passa a estar mais sensível, mas perceptível daquilo que nos rodeia.

Como clarissensitivo, consigo perceber melhor a presença de espíritos durante a noite. Isto porque durante a noite a vida social fica mais calma. As pessoas dormem.

Quando damos ao nosso corpo o relaxamento necessário, nossos sentidos superiores se tornam mais evidentes.

Muitas vezes acordei durante a noite e percebi a presença de seres ao meu lado. Muitos eram bons e diziam (através da minha claripercepção) para eu não ter medo, que me ajudariam no que eu precisasse.

Outros, no entanto, me sugavam as energias e eu ficava quase paralisado. Somente com muita oração é que eu sempre consegui me livrar destes vampiros.

Muitas pessoas por não conseguirem sentir as vibrações que vão além da matéria chamam de mentirosos os sensitivos. Mas o que elas não sabem é que quando se acordam cansadas durante a noite foram lamentavelmente sugadas por esses seres do mal.

Uma dica de quem já passou por isso: reze ao dormir e ao acordar. Se se acordar com sensações degradáveis ou presenças ruins ao seu lado não se esqueça: continue rezando e acreditando em Deus. Ele nunca falhou comigo.

Um abraço de luz.