quarta-feira, 18 de julho de 2012

Um sensitivo no hospital

Um ser humano normal, com um mínimo de compaixão por seus semelhantes, não se sente totalmente bem disposto ao estar em um hospital onde podem ser encontradas pessoas em estados debilitados de saúde.Muitas vezes, isto é convertido para o bem, sob forma de caridade.




As pessoas comuns tendem a se comover com o sofrimento do outro e buscar formas de ajudar. Outras pessoas, igualmente comuns podem não sentir nada com a situação e sair do mesmo jeito que entraram.

O que diferencia estas pessoas de um clarissensitivo?

A diferença é que o clarissensitivo ou sensitivo (pessoa com a capacidade de sentir além do que a maioria das pessoas consegue) tem o poder de sentir a doença do outro. Ele consegue perceber o quão doente está o outro ser humano e mais incrível ainda: caso o sensitivo não se cuide ele pode ficar tão doente quanto o outro.

O clarissensitivo tem vários diferenciais:

  1. O sensitivo possui mais energia que os demais. Muitas pessoas se sentem diferentes quando estão perto de um (sentem algo como um abraço ou um roçar de pele à distância);
  2. É capaz de fornecer a cura à outro (mesmo que isso implique o seu adoecimento para ajudar o próximo);
  3. São capazes de sentir a doença do outro (e dizer com razoável precisão se o outro tem diabetes, pressão alta, etc). Isso depende da experiência de cada um com sua sensibilidade; 
  4. Sentem não somente a doença, mas também a personalidade, a temperatura, o ambiente, seres espirituais, a vibração da música, etc.
Muitos clarissensitivos (não todos) apesar de não se sentirem bem no hospital acabam por escolher profissões relacionadas com ajudar às pessoas. Isto vem de sua vocação espiritual e seu interesse em serem úteis. 

Tais profissões englobam (dentre muitas outras): área da saúde, assistência social, ensino e turismo e hotelaria. Todavia a grande maioria se interessará por medicina, massagem, acupuntura e cura pelas mãos.

Enfim, o sensitivo é uma pessoa que deve acima de tudo ajudar seu semelhante. Mesmo que isso custe um certo mal estar nos ambientes em que esteja frequentando. Nesse momento, recomendo técnicas de proteção energética, que será o tema de outra postagem nossa.


Espero você na próxima página do nosso diário!
Muita luz e paz!